Brasão Municipal



Brasão Municipal

Passa a contar o descritivo nos seguintes termos:

O escudo sanítico, usado para representar o brasão de armas de Aveiro, foi o primeiro estilo de escudo introduzido em Portugal por influencia Francesa, herdada pela heráldica, brasileira como evocativo da raça colonizadora e principal formadora de nossa nacionalidade.

a) COROA MURAL, que o sobrepõe, é o símbolo universal dos brasões de domínio que, sendo de agente (prata) de oito (8) torres, das quais apenas cinco (5) são visíveis em perspectivas no desenho classificada a CIDADE representada a segunda grandeza, ou seja, SEDE DE MONARCA – a iluminura de goles (vermelho), pelo significado heráldico da cor, é condizente com os predicados próprios dos pioneiros desbravadores dos dirigentes da comunidade.

b) A COR BLAU (azul) do campo do escudo é o símbolo da justiça, nobreza, perseverança, zelo, lealdade, recreação e formosura.

c) A PANÓPLIA, constituída pelo crescente e a flor-de-lis argente (prata) é o símbolo de nossa senhora da conceição, padroeira da cidade.

d) AO TERMO (parte inferior do escudo) a faixa de argente (prata) representa o RIO TAPAJÓS e cuja margem direita ergue-se a cidade.

e) A CRUZ AMARELA NO CENTRO, simboliza a presença da fé e do cristianismo; a cor amarela tem o significado heráldico da glória, esplendor, grandeza, riqueza e soberania.

f) A ESTRELA AMARELA simboliza a beleza do pôr-do-sol em frente à cidade.

g) A RAMAGEM DE ARROZ à destra (direta) e a árvore seringueira a sinistra (esquerda), na parte de baixo da cruz, representa a agricultura da região.

h) OS RAMOS DE ARROZ EM PONTA, cruzando-se a destra e a sinistra representam a maior criatividade econômica da região.

i) O METAL ARGENTE (prata) é um símbolo heráldico da paz, amizade, trabalho, prosperidade, pureza e religiosidade.

j) LISTEL DE GOLES (vermelho) cor simbólica da dedicação, amor pátrio, fertilidade, audácia, intrépides, coragem, valentia... inscreve-se em letras argentinas (prateadas) o topônimo identificador “AVEIRO” ladeado pelos milésimos da sua fundação da predição de vila.


Os símbolos municipais foram criados pela Lei nº 197/83, de 21 de setembro de 1983, pela Câmara de vereadores e sancionado pelo Prefeito Exmo Sr. LEON CORRÊA BOUILLET.



Enviar por e-mail Imprimir

Fale conosco

Mande suas críticas e sugestões para o portal

Contato

Imprensa

Se você é imprensa cadastre-se e receba as notícias fresquinhas

Cadastre-se

Curta

Av. Humberto de Álvares Frazão, s/n - (93) 3505-1125

Horário de atendimento: 8h30 às 12h | 13h30 às 17h30

Visualizar mapa